Acordei com a vontade de te envolver
num doce e terno abraço…
De te pintar os traços numa tela de saudade…
De levar-te comigo… como o vento as folhas de Outono
De beijar-te… como o mar revolto as rochas inertes
De abrir-te os braços… como o fogo que arde na serra oferecida
De escrever-te… palavras que o meu coração dita
E deixá-las voar… como pássaro livre num calmo planar
Ao teu encontro.
Written by: Isabel Vilaverde
Novembro 2010

 

Anúncios