ele encontrou a luz azul e fez-lhe sinal, para que ela o voltasse a tirar dali. e ela fê-lo. mas, no momento em que ele chegava à superfície, ela esticou a mão e tentou furtar-lhe a luz azul. «não», disse ele, apercebendo-se das suas más intenções, «eu não te vou dar luz até ter os pés novamente assentes no chão.» a bruxa, furiosa, voltou a deixá-lo cair no poço e foi-se embora dali.

a luz azul, Irmãos Grimm

Anúncios