metano

hydrate deposit types_sm

[imagem via]

Segundo o último relatório da Organização Meteorológica Mundial (OMM), o metano cresceu 0,34 por cento, ultrapassando o maior valor registado até agora, que foi em 2003. Ao contrário do CO2 e do N20, que têm vindo a aumentar a concentração na atmosfera gradualmente, o aumento de metano tinha abrandado durante a última década.
A subida de seis partes por bilião entre 2006 e 2007, é o maior aumento de metano desde 1998, o que faz a OMM temer um aumento vertiginoso do gás. A actividade humana como a queima de combustíveis fósseis, a queima de biomassa e a agricultura de arroz, é responsável por 60 por cento do metano que vai para atmosfera, o resto tem causas naturais.
A OMM calcula que o total de gases com efeito estufa na atmosfera tenha aumentado 1,06 por cento em 2007 em relação a 2006, um aumento de 24,2 por cento em comparação a 1990 que é considerado o ano de referência.

do Público

Sendo um observador atento é fácil prever acontecimentos desta natureza. É mais difícil fazer previsões temporais sobre quando ocorrerão estes desastres naturais: normalmente “fazem-nos deslizar” para daqui a 100 anos mas certeza não têm pois tudo indicia que estão aí ao virar da esquina.

E nem é preciso ser pessimista ou catastrofista.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s