A isto chama-se o quê?

bebe

Um bebé que estava vivo no ventre da mãe morreu ao nascer no Hospital Amadora-Sintra, depois de ter sido puxado por fórceps que lhe esmagaram o crânio. O caso ocorreu há vários anos e os pais levaram-no à Justiça, processando os médicos intervenientes no parto. A Justiça absolveu esta semana os médicos em causa. Nem eles nem ninguém responde por qualquer responsabilidade na morte do bebé. Morrer no parto com o crânio esmagado por fórceps é, pelos vistos, um risco normal e inerente ao acto de nascer. A Justiça terá com certeza as suas razões. Pena que as razões da Justiça sejam tantas vezes estranhas e incompreensíveis para os cidadãos que delas têm notícia.

Fernando Madrinha, Expresso

Comentários para quê, é a Justiça que temos em Portugal. O corporativismo impera.

Sorte ainda tiveram os pais do bebé em não ser acusados por incomodarem os senhores doutores, os da medicina e os da justiça.

Informação adicional daqui: O caso ocorreu em 02 de Março de 2002; O bebé ficou com o crânio esmagado em virtude da "má aplicação do fórceps", segundo concluiu uma investigação da Inspecção-Geral da Saúde (IGS).

Anúncios

2 pensamentos sobre “A isto chama-se o quê?

  1. Caro Armando,
    Assassínio…CRIME!!!
    Mas como somos os ” M A I O R E S ” … Vamos arquivá-los!
    Um grito sem eco, infelizmente…
    Abraço
    James

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s