Noutros tempos

mpombal1930

(clicar na imagem para aumentar)

A Praça Marquês de Pombal, em Lisboa, era assim em 1930. O Parque Eduardo VII ainda lá não está, mas aquela quantidade de água, proveniente dos “sete rios”, está lá, por baixo do Parque Eduardo VII, com uma pequeníssima parte visível na estufa fria. Estas águas escoam para o Tejo por debaixo da Baixa Pombalina.

(imagem recebida por email)

Anúncios

2 pensamentos sobre “Noutros tempos

  1. Caro amigo James
    Pois é, a questão é o que é que fizeram àqueles lençóis de água que passam ali por baixo.
    Penso que o túnel do metro para Sta. Apolónia também está a ajudar a desviá-los.
    Em dias de marés muito altas, cuja pressão não deixe estes cursos de água, chegar ao rio, para onde irá essa água.
    Eu não quero ser nenhum profeta da desgraça, mas as leis da física são, até ver, incontornáveis.
    Grande abraço.
    Armando

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s