Não ao fundamentalismo

Sou contra todos os fundamentalismos. Cada um deve poder fazer o que lhe apetece, se não interferir com os outros. Mas, quanto à lei do tabaco, tenham juízo! E decoro, os que nos fumavam para cima. Falar, a seu propósito de regresso ao fascismo, significa, na melhor das hipóteses, ou não ter qualquer ideia do que foi o fascismo, ou não ter a noção do ridículo, o mínimo de bom senso e equilíbrio.

José Carlos Vasconcelos, Visão (excerto)

Justamente por isto nem deviam apresentar o argumento de que a sua liberdade está a ser coarctada, quando passaram toda a vida a desprezar a liberdade dos que não querem respirar fumo de tabaco, em restaurantes e outras áreas fechadas.

A liberdade de cada um termina no exacto ponto em que começa a liberdade dos outros.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s