uma espécie de credibilidade

opaNão bastava este desbocado…Alberto Costa terá de justificar o não afastamento de Alípio Ribeiro, depois de o seu amigo de longa data ter falado sobre a investigação, considerando que houve “precipitação” em constituir os McCann arguidos.Para o deputado Nuno Melo, das duas uma: “Ou a afirmação do director da PJ é verdadeira e isso significaria um sistema judicial fora de controlo, ou é falsa e, nesse caso, Alípio Ribeiro não podia ficar nem mais um dia à frente da PJ”.“O facto de o director da PJ continuar em funções significa tudo o que penso sobre essa matéria”, disse o ministro.Venha o diabo e escolha…Apareceu esta…O Ministério Público arquivou o inquérito relacionado com a agressão a Ricardo Bexiga, advogado, ex-vereador da Câmara de Gondomar e dirigente do PS, que ocorreu ao fim da tarde de 27 de Janeiro de 2005 apesar de Carolina Salgado, antiga companheira de Pinto da Costa, ter assegurado que tinha sido ela, a pedido do seu companheiro, a entregar 15 mil euros a Fernando Madureira (líder da claque dos Super Dragões), para este arranjar os operacionais… As investigações foram inicialmente conduzidas pela PSP do Porto …E ainda mais esta…Anulada a ida de Isaltino Morais a julgamento por irregularidade no debate instrutório.Portanto tudo isto relativo a intervenientes policiais e judiciais transpira credibilidade, competência, total ausência de corrupção e outras características adequadas às situações.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s