Imagem de uma assassina

imscn080706_01_01

Chama-se Listeria, é temida e conhecida em todos os países da União Europeia, mas em Portugal continua uma completa desconhecida. E, no entanto, já matou cerca de duas mil pessoas em Itália, nos anos 90; é um perigo para as mulheres grávidas, podendo causar aborto, partos prematuros e lesões cerebrais graves no bebé, e é também perigosa para pessoas debilitadas. O mais grave é que esta bactéria está nos alimentos que comemos e nos nossos frigoríficos. Mas é perfeitamente evitável e controlável.

«A Listeria é uma bactéria que infecta os homens e em especial as pessoas que estão de alguma forma debilitadas: infectados com HIV, quem está a fazer terapias anti-cancro ou hemodiálise, idosos, recém-nascidos e mulheres grávidas», explicou ao PortugalDiário Sandra Sousa, investigadora do Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC) da Universidade do Porto e que está a estudar a Listeria.

Apesar da listeriose ser uma doença infecciosa, no início assemelha-se a uma gripe, com febre e dores no corpo. Se este estado for prolongado o médico pode desconfiar. O tratamento, explica Sandra Sousa, é feito com três antibióticos durante três semanas, no mínimo. Na maior parte das vezes há hospitalização. A bactéria atinge o baço, o fígado, o cérebro ou a placenta, no caso das mulheres grávidas.

A solução, continua esta investigadora, é mesmo evitar alguns alimentos, tal como as grávidas já fazem em relação ao risco de toxoplasmose. Sim, porque a listeriose «é o tipo de infecção que se pode evitar e controlar». Assim, os grupos de risco devem evitar lacticínios não pasteurizados (esqueça o queijo da serra, o queijo fresco e os queijos amanteigados não pasteurizados), saladas pré-lavadas, o salmão fumado («é um produto de alto risco»), os patés e as charcutarias de corte.

Mais informação sobre características, aqui; sobre como evitar a listeriose aqui.

Fonte: Portugal Diário

(imagem via sciencenews)

Anúncios

Um pensamento sobre “Imagem de uma assassina

  1. Pingback: Alojamento49a

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s